Justiça Militar decreta prisão preventiva de tenente-coronel do Exército

Ex-chefe do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 1ª Região Militar do Exército, Alexandre de Almeida foi preso acusado de desviar armas

Por ADRIANA CRUZ

Tenente-coronel Alexandre de Almeida
Tenente-coronel Alexandre de Almeida -

Rio - A Justiça Militar decretou a prisão preventiva do tenente-coronel Alexandre de Almeida. Ele é acusado de desviar armas do Exército. O pedido de prisão foi expedido no início da tarde de hoje pela juíza Maria Placidina de Azevedo Barbosa Araújo. O militar havia sido preso em flagrante na última terça-feira.

De acordo com reportagem publicada no jornal O Globo, o militar era ex-chefe do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 1ª Região Militar do Exército e cuidava do controle de armamentos no Rio de Janeiro e Espírito Santo, tendo como atribuição fiscalizar a importação e o comércio de armas, os clubes de tiro, o comércio de explosivos e a blindagem de veículos, entre outras.

Ainda conforme a reportagem, as armas desviadas pelo tenente-coronel eram repassadas ao Guerreiros Escola de Tiro e Comércio de Armas, que fica em Serra, no Espírito Santo, por intermédio do próprio irmão, Rafael Felipe de Almeida.

Comentários