Presidente do TCE suspende acréscimo para auxílios

O recuo seria porque parecer do Conselho de Supervisão de Regime de Recuperação Fiscal é contra o aumento

Por ADRIANA CRUZ

A presidente do Tribunal de Contas do Estado, Marianna Montebello, suspendeu o acréscimo de 7,15% dos auxílios alimentação, locomoção e saúde para os servidores. O recuo seria porque parecer do Conselho de Supervisão de Regime de Recuperação Fiscal é contra o aumento.

Comentários