Bretas e Cabral na era da cordialidade

No interrogatório de sexta-feira, eles trocaram aperto de mão caloroso

Por ADRIANA CRUZ

Depois de muitos embates com ataques até a família do juiz Marcelo Bretas, o ex-governador Sérgio Cabral, agora réu confesso, entrou na era da cordialidade. E o magistrado não se faz de rogado. No interrogatório de sexta-feira, Cabral e Bretas trocaram aperto de mão caloroso.

Comentários