Falta de solução para caso Marielle é uma vergonha, diz presidente do IAB

Declaração foi dada em seminário sobre o contexto político da mulher no país

Por ADRIANA CRUZ

Rita Cortez, presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros
Rita Cortez, presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros -

Rio - A presidente nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Rita Cortez, criticou o fato da investigação dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes não ter solucionado totalmente o crime. "Após um ano, é uma vergonha’, afirmou Rita Cortez, agora há pouco, na abertura do seminário sobre 'O atual contexto político brasileiro para a mulher', promovido pela Comissão da Mulher do IAB, na sede da entidade, no Centro.

Nesta terça-feira, dois suspeitos de participar da execução de Marielle e Anderson foram presos, mas o mandante do crime ainda não foi identificado. "A falta de solução para o crime dá a dimensão da situação da mulher no País", avaliou. Rita é a segunda mulher a ocupar a presidência do Instituto, fundado há 176 anos.

Comentários