Sede do Tribunal de Justiça não tem certificado do Corpo de Bombeiros

A Corte que impõe as leis fica fora das regras. Uma das justificativas é o fato de os prédios serem antigos

Por ADRIANA CRUZ

Prédio do Tribunal de Justiça
Prédio do Tribunal de Justiça -

Tragédias como a do Ninho do Urubu, onde dez jovens morreram em um incêndio, expõe que outros órgãos também não têm o certificado do Corpo de Bombeiros, como a sede do Tribunal de Justiça, no Centro. A Corte que impõe as leis fica fora das regras. Uma das justificativas é o fato de os prédios serem antigos. Em nota, o Tribunal informou que está fazendo licitação para realizar as obras solicitadas pelos bombeiros.

O processo começou no segundo semestre do ano passado e pretende atender a edificações do Tribunal no estado que estejam com pendências. Esclarece que todas as providências possíveis são tomadas para garantir a segurança de pessoas e patrimonial. Todas as edificações passam por constantes vistorias e contam com brigadas de incêndio.

Além disso, servidores voluntários passam por treinamento específico sobre combate a incêndios e técnicas de escape. A falta de documentação sobre adequação às normas dos bombeiros não cumprem a liturgia do papel. O pior é que fica por isso mesmo.

Comentários