Gussem terá que formalizar pedido para cassar colar de Elio Fischberg

Pesam sobre Fischberg condenações a mais de 15 anos de prisão, entre elas por falsificação de documentos

Por ADRIANA CRUZ

O Órgão Especial, do Ministério Público, decidiu nesta segunda que para cassar o colar do mérito concedido ao procurador Elio Fischberg, o procurador-geral Eduardo Gussem tem que formalizar o pedido. Pesam sobre Fischberg condenações a mais de 15 anos de prisão, entre elas por falsificação de documentos. O Órgão já cassou outras honrarias, como a do ex-governador Sérgio Cabral, preso com penas que somadas ultrapassam 180 anos.

Comentários