Claudio Lopes vai deixar prisão por decisão de ministro do STJ

Ele foi o primeiro ex-procurador-geral de Justiça a ser preso na história do MP

Por ADRIANA CRUZ

Lopes: acusado de integrar esquema para não apurar aliados de Cabral
Lopes: acusado de integrar esquema para não apurar aliados de Cabral -

Rio - Claudio Lopes,  ex-procurador-geral de Justiça, vai sair da cadeia. A decisão é do ministro Sebastião Reis, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Lopes é acusado pelo Ministério Público de integrar esquema de corrupção montado pelo ex-governador Sérgio Cabral para não investigar os aliados do então dono do Palácio Guanabara, como o ex-secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes. 

"Não há nenhum fato contemporâneo que ele tenha cometido para ficar preso. A minha expectativa é a de que o Claudio Lopes deixe a prisão no máximo amanhã", afirmou José Carlos Tórtima, advogado do procurador.  Lopes foi o primeiro ex-procurador-geral a ser preso na história do MP. Ele está preso na Unidade Prisional, antigo BEP, em Niterói, desde o início de novembro. 

Últimas de Justiça & Cidadania