STF impulsiona ideia de criar controle contra notícias falsas

Alguns ministros argumentam que a fiscalização é uma alternativa à simples proibição do uso das mídias sociais com fins político-eleitorais

Por ADRIANA CRUZ

Supremo Tribunal Federal
Supremo Tribunal Federal -

Rio - A proliferação de notícias falsas na campanha eleitoral por meio das mídias digitais impulsionou, no Supremo Tribunal Federal, a ideia da criação de um sistema de controle parecido com o do Conselho de Autorregulamentação Publicitária, criado no final dos anos 70 para impedir a censura estatal à propaganda brasileira.

Alguns ministros argumentam que a fiscalização é uma alternativa à simples proibição do uso das mídias sociais com fins político-eleitorais. Até porque, o combate às notícias falsas ainda engatinha no país.

 

Comentários

Últimas de Justiça & Cidadania