Juíza condena Light a pagar R$ 100 mil por dano moral coletivo

Empresa terá que indenizar os clientes por apagão em 2016

Por ADRIANA CRUZ

Rio - A juíza Maria Nobre, da 5ª Vara Empresarial, condenou a Light a indenizar os clientes por apagão em 2016 e desembolsar R$ 100 mil por dano moral coletivo. Para o presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj, Luiz Martins (PDT), não adianta mais culpar São Pedro.

 

Comentários

Últimas de Justiça & Cidadania