Juizados Especiais vão ter audiências gravadas em áudio e vídeo

Medida foi tomada depois de advogada ser presa e algemada durante audiência no Juizado Especial Criminal do

Por ADRIANA CRUZ

Advogada disse que juíza agiu com violação ao impedir seu trabalho.
Advogada disse que juíza agiu com violação ao impedir seu trabalho. "É meu direito impugnar documentos" -

Rio - As audiências em Juizados Especiais passarão a ser gravadas em áudio e vídeo. A decisão foi assinada hoje pelo presidente da Comissão Judiciária de Articulação dos Juizados Especiais (COJES), desembargador Joaquim Domingos de Almeida Neto. A nova medida é em função do que aconteceu com a advogada Valéria dos Santos, que foi presa e depois algemada em uma audiência no 3º  Juizado Especial Cível do fórum de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, segunda-feira.  

"Considerando os recentes eventos que ganharam notoriedade na rede mundial de computadores, e a necessidade de garantia não só das prerrogativas dos Advogados – Juízes Leigos como dos Advogados das partes, e total transparência dos atos praticados nos Juizados", justificou o desembargador em trecho de documento que explica as novas medidas.

A instalação dos equipamentos será feita de forma progressiva, a partir  dos Juizados Especiais localizados na Baixada Fluminense.

Últimas de Justiça & Cidadania