Justiça decreta a prisão de ex-prefeito de Itaguaí

Luciano Mota ficou conhecido por circular com uma Ferrari amarela pela ruas da cidade

Por O Dia

Ferrari usada pelo ex-prefeito de Itaguaí
Ferrari usada pelo ex-prefeito de Itaguaí -

Rio - O juiz da Vara Criminal de Itaguaí, Edison Ponte Burlamarqui, decretou a prisão preventiva do ex-prefeito de Itaguaí Luciano de Carvalho Mota e do ex-diretor de Informática da Prefeitura Deivid Brites. O magistrado determinou ainda a indisponibilidade dos bens até o valor de R$ 1,2 milhão.

Segundo o Ministério Público, eles estavam intimidando testemunhas num processo no qual são acusados de integrar esquema de remuneração ilegal de 112 servidores fantasmas da prefeitura por meio de inserção de informações falsas no sistema de dados na prefeitura. Os salários variavam de R$ 5 mil a R$ 15 mil.

Mota, que era do PSDB, foi cassado em julho de 2015. Ele ficou conhecido por circular com uma Ferrari amarela pelas ruas da cidade. 

 

 

Galeria de Fotos

Ferrari usada pelo ex-prefeito de Itaguaí Divulgação
Luciano Mota, ex-prefeito de Itaguaí Divulgação

Últimas de Justiça & Cidadania