MPF recorre contra absolvição de Nelson Bornier

Ex-prefeito de Nova Iguaçu não prestou contas sobre R$ 6,4 milhões do Ministério da Saúde para o Hospital da Posse

Por ADRIANA CRUZ

O Ministério Público Federal recorreu contra a absolvição do ex-prefeito de Nova Iguaçu Nelson Bornier por não prestar contas sobre R$ 6,4 milhões do Ministério da Saúde. A verba era para o Hospital da Posse. Para o MPF, houve descaso com o dinheiro e portanto improbidade administrativa.

 

Comentários

Últimas de Justiça & Cidadania