Mais Lidas

PF perto de identificar manifestantes pró-Lula que vandalizaram prédios da Justiça

Impressões digitais foram colhidas no local. Juízes querem reforço de policiamento próximos aos dois prédios

Por ADRIANA CRUZ

Prédio da Justiça Federal do Rio foi vandalizado
Prédio da Justiça Federal do Rio foi vandalizado -

Rio - A Polícia Federal colheu impressões digitais deixadas por manifestantes pró-Lula que vandalizaram os prédios do Centro Cultural Justiça Federal e da Seção Judiciária, onde funcionam varas de primeira instância, no Centro, na noite desta sexta-feira. O material é fundamental para a identificação do grupo. O presidente da Associação dos Juízes Federais do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Ajuferjes), Fabrício Fernandes, afirmou que vai pedir reforço de policiamento próximo aos dois prédios ao interventor federal, general Walter Souza Braga Netto.

"Daqui a pouco vão agredir um juiz. Isso é um ato contra a independência do Judiciário", afirmou Fabrício Fernandes. Os edifícios foram pichados com frases que pedem a liberdade do ex-presidente Lula. Em nota, a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) repudiou o ataque.

"As instituições estão sofrendo agressões que colocam em risco o Estado Democrático de Direito no Brasil. O recém criado Ministério da Segurança Pública deve tomar as providências urgentes para a garantia da ordem pública e da integridade física das pessoas que enfrentam a corrupção. Fatos dessa natureza são inadmissíveis e intoleráveis, exigindo-se a imediata identificação e punição exemplar dos autores", diz trecho do documento.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia