DANO ESTÉTICO

Por O Dia

Por unanimidade, a 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça ampliou para uma vítima de atropelamento por um ônibus da Auto Diesel o dano moral de R$ 15 mil para R$ 100 mil. Isso porque reconheceu R$ 60 mil de dano estético. A decisão é considerada uma vitória para muitos advogados. O autor da ação ainda terá pensão vitalícia de um salário mínimo (R$ 937). O relator foi o desembargador Alcides Fonseca Neto.

Comentários